Obesidade: as verdades que ninguém fala

  A Obesidade é um aumento de massa de gordura no corpo, em forma de triglicérides, devido a um balanço energético positivo e consequentemente do abuso de alimentos sem propósito nutricional e é considerada um dos problemas mais graves de saúde do mundo. Esse aumento de gordura ocorre devido a uma ingestão alimentar maior que o gasto calórico correspondente, causando acumulo no corpo.

Este sobrepeso é uma doença multifatorial, que pode ocorrer através de herança genética, fatores ambientais, motivacionais e do descontrole na ingestão de alimentos. Dessa forma, a obesidade não tem fronteiras, independe de raça, idade, sexo ou condição social. Este é um desafio tanto comportamental, quanto social.

Atualmente o percentual de pessoas obesas igualou e/ou superou o percentual de pessoas subnutridas, fato que ocorreu pela primeira vez na história da humanidade. Cerca de 30% da população mundial, sendo mais de 2 bilhões de pessoas entre adultos e crianças, é obesa ou tem sobrepeso, revelou uma pesquisa global publicada no jornal “The New England Journal of Medicine”.

O aumento do peso está ligado a vários de fatores:

  • Fisiologia e psicologia individual;
  • Cultura e economia da produção de alimentos;
  • Consumo de alimentos ricos em gorduras, açúcares;
  • Sedentarismo;
  • Redução consumo de fibras;
  • Falta de exercício físico.

 

Saiba mais sobre obesidade com BELLAMIS

 

A Obesidade deve ser vista como uma doença e tratada como tal, evitando causar prejuízos, as vezes irreversíveis, tais como:

  • Imagem negativa aos olhos dos outros, principalmente quando são responsabilizados, muitas vezes injustamente pelo seu problema;
  • Sofrimento e dificuldades no âmbito social e ocupacional;
  • Depressão, ansiedade;
  • Incapacitação física, desocupação.

Pessoas que sofrem dessa doença, devem procurar diversas áreas da saúde em busca do melhor tratamento para adequação a cada caso. Dentre os profissionais estão: nutricionistas, psicólogos, educadores físicos, entre outros. Em suma, o mais importante é a consciência na mudança de hábito, a alimentação de forma equilibrada e aumento de exercícios físicos.

Todo ou qualquer tratamento relacionado a saúde irá desenvolver melhor avanço para aqueles que o realizam com o apoio de amigos e familiares. É reconhecido que a obesidade está além da força de vontade, preguiça e da falta de caráter. Obesidade é prejudicial à saúde do corpo e da mente!

 

“Pelo hábito alimentar errado podemos dizer que o homem também morre pela boca. ” Dirceu Azevedo

 

A Equipe Beleza Estar espera que você tenha gostado deste artigo!

 

Fontes de pesquisa:

  1. FREITAS, Eduardo de. “A Geografia da obesidade “; Brasil Escola.
  2. Indicadores antropométricos de obesidade abdominal: revisão dos artigos indexados na biblioteca SciELO Anthropometric indicators of abdominal obesity: review of the papers indexed on SciELO electronic library
  3. Josiane Apª Alves Bianchini1; Luzia Jaeger Hintze1; Cheila Apª Bevilaqua2; Cátia Millene Dell Agnolo3; Nelson Nardo Junior4 1Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Física Associado UEM/UEL*, **; 2Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde*, **; 3Mestre em Enfermagem*; 4Profº Adjunto do Departamento de Educação Física*, **. * Universidade Estadual de Maringá
4             Revista Brasileira de Terapias Cognitivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *