Gordura abdominal e seus malefícios

Você sabia que o acúmulo de gordura abdominal mais superficial, é conhecida como subcutânea (aquela que fica entre a pele e os músculos). E a chamada visceral, se forma ao redor dos órgãos como fígado, pâncreas e intestinos, se concentrando no abdômen, podendo ser um risco à saúde?

A gordura visceral é metabolicamente ativa e expele elementos bioquímicos do nosso organismo. E esse acúmulo de gordura abdominal vai além da estética, tem relação direta com a deposição do tecido adiposo no interior da cavidade abdominal.

O perigo está na barriga! Então, atente para a sua circunferência abdominal!

SEXO

FAIXA IDEAL*RISCO AUMENTADO*RISCO MUITO AUMENTADO

Feminino

<80 cm80-88 cm

>88 cm

Masculino<94 cm94-102 cm

>102 cm

*Doenças cardiovasculares e síndrome metabólica

 

 

 

Estudos mostram que com 5 cm de aumento na Circunferência Abdominal, a mortalidade feminina aumenta em 7% e a masculina em 9%. O IMC – Índice de Massa Corporal – é o indicador mais usado para definir a obesidade, mas ele não mede necessariamente o índice de doenças cardíacas e de diabetes tipo 2, porque não identifica se a gordura está concentrada no abdômen.

 

Algumas dicas importantes que poderão ajuda-la a minimizar o seu problema:

  1. Uma dieta saudável e equilibrada, com foco na ingestão adequada de calorias, sempre será a melhor maneira de controlar o seu peso e acúmulo de gordura. Caso você já seja obeso, exercite-se para queimar mais calorias do que você ingere, para reduzir a quantidade de gordura que você tem – seu corpo vai quebrá-la e usá-la para produzir energia.
  2. Evite alimentos com alto índice glicêmico. Este índice classifica, em uma escala de 0 a 100, os alimentos que causam picos rápidos em seu nível de açúcar no sangue. Esses picos fazem mais insulina ser produzida. Depois, quando os níveis de açúcar começam a diminuir, isso pode desencadear a liberação de cortisol. A insulina e cortisol promovem o acúmulo de gordura. Vide tabela abaixo.
  3. Uma classe de antioxidantes, conhecidos como catequinas, também ajudam a queimar as células de gordura e são encontradas nas folhas de chá preto e chá verde!
  4. Combine exercícios físicos. Pesquisadores descobriram que o treino aeróbico, quando combinado a um treino de resistência, é muito mais eficaz em melhorar os níveis de gordura visceral e subcutânea, em comparação aos que fizeram apenas um dos treinos, por exemplo, só correr na esteira (Journal of Sports Sciences). O exercício também ajuda a transformar gordura branca em gordura marrom saudável!
  1. Outras formas para se livrar da gordura da barriga é ter boas noites de sono e reduzir o stress. Os padrões de sono podem afetar a liberação circadiana de cortisol: se forem irregulares, o hormônio será liberado no sangue de forma alterada, promovendo o acúmulo de gordura. O estresse também aumenta a quantidade de cortisol segregado por suas glândulas suprarrenais.

 

Não há um método único e infalível para queimar a gordura da barriga, a não ser uma intervenção cirúrgica como a lipoaspiração. Mas você pode fazer isso sem uma cirurgia invasiva, e queimar a gordura em outras partes do seu corpo, simplesmente ao se exercitar, comer de forma saudável, dormir o suficiente e evitar estresse.

Assim, se a sua circunferência abdominal está fora do índice apresentado, leia nosso próximo que será sobre retenção de líquidos.

Obrigada!

 

 

Fontes de pesquisa:
https://gizmodo.uol.com.br/ciencia-gordura-barriga/
Este post foi republicado com permissão do TodayIFoundOut.com. Fotos por Malingering/Flickr, Mr TGT/Flickr e Suzanne Tucker/Shutterstock.
Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.otempo.com.br/interessa/ac%C3%BAmulo-de-gordura-na-barriga-indica-risco-gen%C3%A9tico-de-doen%C3%A7as-1.1441870 ou as ferramentas oferecidas na página..
http://gliconline.net/indice-glicemico/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *